II CONGRESSO DE AMÉRICA COLONIAL – “SER NA AMÉRICA”

23 Out 2019 0 comment
As narrativas sobre o continente americano podem ser exploradas desde períodos anteriores à chegada das naus de Cristóvão Colombo em 1492. O imaginário sobre as terras localizadas do outro lado do Atlântico, e sobre aqueles que as habitavam, já fervilhava anteriormente aos escritos dos cronistas – europeus e americanos – e antes que o século XVII presenciasse a Miranda de Shakespeare se rejubilando pelo “admirável mundo novo”.

O continente americano traz consigo uma série de práticas culturais, cotidianas e de subjetivação. Há um novo termo classificatório sendo formado: o americano. Essa nova posição histórica foi elaborada trazendo consigo uma fileira de novos conceitos e novos horizontes de estudo.

O II Congresso de América Colonial foi organizado para que tanto o estudioso da área como o público interessado nas discussões sobre os temas americanos possam expor suas percepções sobre a constituição desse modo de ser americano. A visão do Novo Mundo fez irromper um verdadeiro oceano de novas práticas, narrativas e possibilidades historiográficas. Em meio a esse oceano, podemos avistar diversas ilhas, diversos modos de ser e de possibilidades de existência que podem ser mapeados desde o momento da chegada dos europeus, no início da Modernidade, até a assimilação do passado colonial feita durante o século XIX.

Informações adicionais