SEMINÁRIO INTERNACIONAL 'CIÊNCIA, SAÚDE E AMBIENTE: INDEPENDÊNCIAS DO BRASIL?C_

27 Mai 2022 0 comment

Os duzentos anos da independência do Brasil e o centenário da Semana de Arte Moderna, completados em 2022, serão debatidos pela Casa de Oswaldo Cruz com a realização do seminário internacional Ciência, saúde e ambiente: independências do Brasil?.

Organizado pelo Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS) e pelo Departamento de Pesquisa em História das Ciências e da Saúde (Depes), o seminário será composto de quatro eventos ao longo do ano, com debates reunindo pesquisadores brasileiros e estrangeiros em torno do tema. Os encontros acontecerão de modo híbrido, com público presente no Salão de Conferências do Centro de Documentação e História da Saúde (CDHS), em Manguinhos (RJ), e transmissão pelo YouTube da COC. As conferências também contarão com intérpretes de libras.

A primeira edição do seminário será realizada no dia 27 de maio com o tema Instituições científicas, comunidades imaginadas e construção da nação. A conferência de abertura O sequestro da Independência em 4 tempos: 1822, 1922, 1972, 2022 será apresentada por Lilia Moritz Schwarcz (USP). Na sequência, serão realizadas as mesas-redondas Museus: lugares de ciência, representações da nação e Ciência, educação e sociedade. A organização é de Maria Rachel Fróes da Fonseca, Robert Wegner, Anna Beatriz de Sá Almeida, Ricardo Cabral de Freitas, Thiago da Costa Lopes, Daiane Silveira Rossi e Mariana Tavares (COC/Fiocruz).

No dia 1º de julho, a segunda edição debaterá A construção do território independente. A conferência de abertura Da conquista à colônia-metrópole: uma cartografia dos vocábulos políticos no contexto da Independência será apresentada por Júnia Furtado (UFMG). Em seguida, serão realizadas as mesas-redondas Demarcações, fronteiras e identidades do Brasil e Saberes sobre o território: perspectivas ambientais, sanitárias e sociais. A organização é de Lorelai Kury, Dominichi Miranda de Sá, Kaori Kodama, Stella Penido, Ingrid Fonseca Casazza e Ricardo Cabral de Freitas (COC/Fiocruz)

No segundo semestre, serão realizados outros dois eventos: Povos, diversidade, hierarquias (30/09) e Descolonizações: local, atlântica, global (25/11).

A organização geral do seminário é de Lorelai Kury, Dominichi Miranda de Sá, Maria Rachel Fróes da Fonseca e Kaori Kodama (COC/Fiocruz).

Informações adicionais