XXVI JORNADA DE ENSINO DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO - “DEVOLVER ALEGRIA AO FUTURO: ENSINO DE HISTÓRIA, LUTAS SOCIAIS E DIREITOS HUMANOS.

29 Mar 2023 0 comment

Entre fins de março e início de abril será realizada em Pelotas a XXVI Jornada de Ensino de História e Educação, promovida pelo Grupo de Trabalho Ensino de História e Educação da ANPUH-RS, em parceria com o Laboratório de Ensino de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pelotas.

O evento, que reúne professores/as da Educação Básica e do Ensino Superior, pesquisadores/as e estudantes de Licenciaturas, objetiva promover espaços de formação e discussão acerca de temas que atravessam os mundos da escola e, mais particularmente, o ensino de História. Este ano, a Jornada terá como tema central ensino de História, lutas sociais e direitos humanos e homenageará o Professor Enrique Serra Padrós, militante histórico de nosso GT.

Esta Jornada, que se constitui no primeiro encontro presencial do GT após o período de isolamento social, ocorre em um momento em que a educação e o Ensino de História tem sido atravessados por uma série de desafios. A emergência de discursos negacionistas e/ou que reivindicam o autoritarismo, as concepções equivocadas acerca dos direitos humanos e das lutas sociais que marcam nossa história recente, as reformas e políticas públicas implementadas nos últimos anos e as tentativas de vigilância e controle sobre o trabalho docente tem impactado de forma significativa os mundos da escola. Todos esses movimentos, em um tempo que nos parece cada vez mais acelerado, nos colocam a necessidade de refletir sobre o nosso ofício e nossas práticas, de forma a delinearmos novos horizontes e projetos coletivos. Para que possamos, juntos/as, “devolver alegria ao futuro”.

A XXVI Jornada será desenvolvida a partir de diferentes atividades: conferências, mesas redondas, sessões de apresentação de trabalhos, sarau, oficinas, rodas de conversa e atividades culturais. Entre as temáticas que serão abordadas ao longo do evento, destacam-se: direitos humanos; lutas antirracistas e educação para as relações étnico-raciais; Novo Ensino Médio e seus desdobramentos e limites; igualdade de gênero e direitos da população LGBTQIA+ nas aulas de História; condições de trabalho, valorização profissional e saúde mental do/a professor/a de História; experiências e metodologias para ensinar História na Educação Básica.

PROGRAMAÇÃO

29 de março, quarta-feira
Manhã:
8h30 às 12h - Credenciamento
9h - Mesa Redonda: O Ensino de História e as lutas antirracistas
Fernanda Oliveira (UFRGS), Ledeci Coutinho (Rede Pública Estadual) e Tanara Forte
Furtado (UFRGS)
Mediação: Carla de Moura (Rede Pública Estadual)

Tarde:
14h - Sessões de Comunicações
18h - Atividade Cultural

Noite: 19h - Abertura
Conferência de Abertura: La formación de profesores y profesoras de historia en tiempos de
debilidad de la convivencia democrática
Professora Marisa Massone (Universidade de Buenos Aires)
Mediação: Lisiane Manke (UFPel)

30 de março, quinta-feira
Manhã: 8h30 - Sessão de Comunicações

Tarde: 14h - Mesa Redonda: O Novo Ensino Médio e as lutas pela educação pública

Álvaro Hypólito (FAE/UFPel), Anderson Barreto (Instituto de Educação Josué de Castro) e Carmen Beatriz Lübke Ücker (Rede Pública Estadual)
Mediação: Natiele Gonçalves Mesquita (Rede Pública Estadual e Municipal/Pelotas)

17h - Rodas de conversa

* A EJA existe/resiste no ensino de História: lutas e desafios da modalidade
Mediação: Emerson Fonseca (Rede Pública Municipal/Pelotas) e Jocelito Zalla (CAP/UFRGS)

* Condições de trabalho, valorização profissional e saúde mental do/a professor/a de História
Mediação: Camila Merg (Rede Pública Municipal/Pelotas)

* O que faz o/a professor/a de História diante de um currículo que não é seu? Ensinar História em meio às reformas curriculares e à intervenção privada na educação pública
Mediação: Marcello Paniz Giacomoni (CAP/UFRGS) e Rodrigo Giovanaz (Rede Pública Estadual)

Noite: 19h30 – Sarau Histórico
Preto de Sapato, de Eduardo Freda, com participação especial de Caiuá Al Alam (UNIPAMPA)

Lançamento de livros

31 de março, sexta-feira

Manhã: Oficinas
* Ensinar sobre a ditadura em sala de aula
Ministrantes: Amanda Gabriela Rocha Oliveira, Débora Streider Kreuz (UESPI), Janaína Athaydes Contreiras (Rede Pública Estadual) e Stella Ferreira (UFRGS)

* As potências da linguagem dos jogos no ensino da História: como planejar, como fazer?
Ministrante: Marcello Paniz Giacomoni (CAP/UFRGS)

* Ensino de História para pessoas com deficiência: relato sobre experiências e desafios
Ministrante: Bruna Tessmer (Colégio Municipal Pelotense)

* Ensino de história e negacionismos: discussões e práticas para o seu enfretamento
Ministrante: Mario Marcello Neto (Rede Privada/Pelotas)

* Ferramentas digitais para ensinar História
Ministrantes: estudantes do PIBID e Residência Pedagógica História-UFPel

* Cinema e Ensino de História
Ministrante: Nilo Piana de Castro (CAP/UFRGS)

Tarde: 14h - Mesa Redonda: Igualdade de gênero e direitos da população LGBTQIA+ nas aulas de História
Carla Ávila (Rede estadual e UCPel), Fernando Seffner (FACED/UFRGS) e Priscila Spindler C. Nunes (Rede Pública Municipal/Canoas)
Mediação: Amanda Nunes Moreira (Rede Pública e Privada/Pelotas)

17h30 - Homenagem e inauguração do acervo do Professor Enrique Serra Padrós no Instituto de Estudos Políticos Mário Alves

Noite: 19h - Mesa de Encerramento: Faz escuro mas eu canto: Resistência e denúncia das violações de direitos humanos ontem e hoje
Suzana Lisboa (Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos) e Débora Maria da Silva (Movimento Mães de Maio)

1º de abril – sábado
8h30 às 12h - Visita ao centro histórico de Pelotas

Apresentação presentação de Comunicações

A apresentação de comunicações se dará no formato de “Grupos de Diálogos” (GDs). Os/As apresentadores/as deverão se inscrever através do formulário abaixo entre os dias 31 de dezembro e 27 de fevereiro de 2023. Ao se inscrever, deverão indicar se irão participar dos Grupos de Diálogo presencialmente ou de forma remota. Ressaltamos que apenas os GDs terão essa opção; as demais atividades da Jornada serão presenciais.
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfYwQ3-pjsFdNf6Ao5JL0Lh5CXU6A9anFU1W1LIUPDNcKuNEw/viewform

Cada apresentação ocorrerá em 5 minutos, como forma de provocar o diálogo, e será seguida de um momento de debates. Os/As apresentadores/as deverão se inscrever submetendo um texto (resumo expandido) com tamanho entre 3000 e 4000 caracteres, sem espaços, não contando as Referências. Os Anais contendo os resumos expandidos apresentados na Jornada serão publicados em uma edição especial da Revista do Lhiste/UFRGS.

Itens obrigatórios do resumo expandido:

1. Introdução: assinalar e descrever, no primeiro parágrafo, sobre qual a natureza da apresentação (relato de experiência, reflexão teórica, crítica de material didático, relato de pesquisa, etc)
2. Desenvolvimento: apresentar os principais conceitos e análises produzidas
3. Conclusões: indicar os principais resultados alcançados
4. Referências: indicar as obras e artigos utilizados

Taxa de inscrição

Para apresentadores/as de Comunicação:
Professores/as universitários/as: R$ 50,00
Professores/as da Educação Básica, estudantes de Graduação e Pós-Graduação: R$25,00
Outro/a: R$ 30,00
Para Ouvintes: R$ 20,00

CRONOGRAMA

Inscrição para apresentação de comunicações nos Grupos de Diálogos – de 31 de dezembro a 27 de fevereiro de 2023

Divulgação dos trabalhos aceitos – até 10 de março de 2023

Inscrição para Ouvintes – de 10 de janeiro até a data de início do evento (29 de março de 2023)

Vem para a Jornada
Serão quatro dias de reencontros, trocas e debates. Esperamos também que seja um espaço para a consolidação de laços e projetos coletivos em torno de propostas educativas vinculadas às lutas sociais do presente – que são urgentes – e à defesa dos direitos humanos.

Esperamos vocês em Pelotas em março de 2023.

Abraços do nosso GT


Informações adicionais