Editorial - Dezembro de 2020

07 Dez 2020 0 comment
(0 votos)
 

800x300 05

Aproxima-se o fim do ano de 2020, certamente o mais difícil que experimentamos no século XXI, em que enfrentamos o advento da pandemia do novo Coronavírus com batalhas que nos custaram muitas vidas. Avalanches de conservadorismo, neoliberalismo e, especialmente, de racismo também foram protagonistas do ano, ao lado do aumento do desemprego e da fome em nosso país, e tentamos ficar atentos às fissuras de resistências a que pudéssemos adentrar para contribuir, como uma entidade/comunidade, ao debate público correspondente à crítica desta realidade, sobretudo por meio do alargamento de nossa comunicação, via mídias e redes sociais.

As experiências da ANPUH no ano pandêmico, incluindo a vitória da regulamentação de nossa profissão, nos trouxe mais responsabilidades e compromissos com a coerência que se exige na relação teoria e prática para uma entidade que pretende se fazer presente nas atividades de professores/pesquisadores em todas as salas de aulas e espaços onde se pensa e pratica a História nesse imenso país. Claro que temos medo de errar e, por isso, estamos dialogando sempre mais, nas redes e com outras entidades, porque temos mais medo da inércia e da neutralidade. Como nos alertou Paulo Freire, “não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão”. Pedimos que confiram e curtam nossos canais de FaceBook, Youtube e Spotify para receberem e participarem dos diálogos que temos produzido pelas redes junto com a direção e a Revista Brasileira de História.

Nos últimos meses, a ANPUH também tem se esmerado a construir o 31º Simpósio Nacional de História, cujo website já está no ar no link https://www.snh2021.anpuh.org/ . Trabalhando com uma visão esperançosa em relação à vacinação dos brasileiros e brasileiras, por hora, nosso evento é tecido na possibilidade de um encontro presencial, mas em face à insegurança, a presidência informa que está à espera da posição oficial da UERJ em relação ao uso do espaço físico em julho de 2021. A UERJ sediará nosso evento e já decidiu que as aulas do primeiro semestre continuarão remotas, mas nada informou sobre o segundo semestre de 2021. É provável que esta decisão ocorra até final de janeiro. Logo, no início de fevereiro, a presidência convocará as seccionais e a direção para que, juntos, possamos ter uma posição final sobre o caráter presencial ou virtual de nosso encontro, quando a ANPUH estará completando 60 anos.

Ainda que o formato não esteja definido, já estamos a receber inscrições para coordenar Simpósios Temáticos e Minicursos. O prazo para essas modalidades vai até o dia 16/12 e convidamos a todas e todos a acessarem o site e fazerem suas propostas. Lá será possível conhecer também a programação e conferir uma boa notícia: a próxima edição do SNH contará também com uma política de cotas que visa materializar as expectativas de um evento plural, diverso, democrático e representativo da nossa potência, do que almejamos para nossa associação e nosso país.

Última modificação em Segunda, 07 Dezembro 2020 12:49