REVISTA NORDESTINA DE HISTÓRIA DO BRASIL

Este dossiê pretende refletir sobre dois importantes campos de investigação que têm se consolidado nas últimas décadas com o aumento da produção historiográfica, da diversificação das fontes e da aproximação – necessária e irreversível – das experiências de vida e trabalho das populações nativas e de origem africana na América Portuguesa e no Brasil oitocentista. Apesar de terem praticamente se constituído em dois campos distintos da historiografia, tem-se percebido uma certa convergência nos últimos anos entre as abordagens e discussões teóricas sobre as populações indígenas, africanas e seus descendentes.

Tendo em vista essa tendência, a proposta aqui apresentada é reunir os resultados de pesquisa inéditas que: 1) à luz do que tem se convencionado denominar de “nova história indígena e do indigenismo”, abordem temas e problemas deste campo temático, colocando em perspectiva o protagonismo indígena no Brasil entre os séculos XVIII e XX; 2) abordem diferentes formas de protagonismo das populações africanas e afro-descendentes no Brasil.

Embora sejam bem-vindos textos os mais variados sobre o protagonismo dessas populações, serão privilegiados trabalhos que: a) abordem diferentes formas de interseção e colaboração entre as populações indígenas, africanas e afrodescendentes em diferentes contextos; b) investiguem eventos, processos e contextos acontecidos no Norte e Nordeste brasileiro.

Cronograma editorial
Prazo de submissão: 24/11/2020 a 24/06/2021

Coordenação
Profa. Dra. Patrícia Melo
Universidade Federal do Amazonas (UFAM).
Prof. Dr. Marcus Joaquim Maciel de Carvalho
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Informações adicionais

  • Tema: Escravidão e pós-abolição numa perspectiva da história indígena e afro-brasileira
  • Prazo: 24/06/2021