REVISTA DISCENTE OFÍCIOS DE CLIO

Convidamos a comunidade acadêmica a colaborar com a Revista Discente Ofícios de Clio, dos cursos de Graduação e Pós-Graduação da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). A Revista é ligada ao Laboratório de Ensino de História da UFPel (LEH) e vinculada ao Departamento de História e ao Programa de Pós-Graduação em História. Possui periodicidade semestral, sendo publicada em formato online no endereço https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/CLIO , com ISSN 2527-0524.

Serão aceitos artigos inéditos de História ou temas afins, nas línguas portuguesa ou espanhola. O (a) autor (a) deverá ser aluno de graduação ou pós-graduação, ou tê-la concluído no máximo há seis meses no momento do envio. A Revista Discente Ofícios de Clio é dividida em quatro seções. A primeira delas constitui-se de um dossiê temático, para o qual é realizada chamada específica e são convidados a participar, na condição de proponentes, um(a) doutorando (a) ou uma dupla de doutorandos (as). A segunda seção é composta por artigos livres. A terceira seção é específica para área de Ensino de História e afins, contemplando reflexões teóricas sobre as práticas de ensino e experiências de ensino, tais como trabalho com monitorias, atividades do PIBID, estágios, experiências em Educação Patrimonial, etc. A quarta seção da revista será composta por resenhas de obras publicadas em língua portuguesa ou estrangeira.

Para nosso décimo número, a ser publicado no presente ano, estamos efetuando a chamada para o Dossiê Etnografia nos arquivos e a produção de conhecimento sobre populações subalternalizadas, sob a proposição das Doutorandas Érika Catarina de Melo Alves (UFRRJ) e Marianna de Queiroz Araújo (UFPB).

Ao abrir espaço para trabalhos de autoras e autores que estudam, dialogam e escrevem sobre grupos subalternizados, enfatizando as relações de poder e a marginalidade, almejamos refletir sobre opressões diversas, definidas a partir de fronteiras de gênero, étnicas, raciais e de classe. Considerando esses marcadores sociais de diferença, nossa proposta é contemplar estudos sobre grupos camponeses, comunidades indígenas, quilombolas, ciganas, ribeirinhas, como também os grupos das periferias urbanas, que se encontram no limiar das estratificações e das assimetrias de poder. A partir de uma análise que enxergue os fenômenos históricos, sociopolíticos e culturais, pretendemos colocar em amostra discussões que confrontem visões estabelecidas por instâncias de poder com auto-representações concatenadas a processos indenitários, que resgatam as memórias e desconstroem fronteiras, forjadas por outros. E é exatamente nessa perspectiva que se inserem os arquivos, textos jornalísticos e jurisdicionais, que por vezes, denotam como determinados grupos eram tutelados, ordenados e reagrupados pelas instituições governamentais ou/e eclesiásticas.

Ao propormos a “etnografia nos arquivos” como molde de “produção de conhecimento sobre as populações subalternizadas”, esperamos, pois, proporcionar um diálogo entre pesquisas que versem sobre esses temas, problematizando as relações entre reflexividade, poder e desigualdade social.

As Normas e o Regimento da Revista encontram-se no site. Os artigos devem ser inéditos e seu conteúdo é de responsabilidade do (a) autor (a). Informações adicionais podem ser solicitadas através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . A submissão de artigos se dará através do site da Revista http://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/CLIO e do envio simultâneo para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O período de recebimento dos artigos para essa edição será entre os dias 23 de fevereiro e 10 de maio de 2021. Pedimos ampla divulgação entre seus contatos.

A Editoria da Revista Discente Ofícios de Clio.

Informações adicionais