REVISTA ANÔMALAS - V2 N2

Keides Batista Vicente (Doutora em Educação, UFG. Professora UEG)

Aline da Costa Luz ( Doutoranda em Educação – UnB. Professora de História EBTT – IFG)

Busca-se reunir pesquisas em uma vertente intersecional sobre educação popular. Partindo da compreensão de que o conceito de interseccionalidade se encontra em um campo de disputa, estabelece-se o posicionamento junto às perspectivas da educação popular, comprometida com o reconhecimento e a superação das realidades de opressão de raça, gênero e classe. Compreende-se que os fundamentos da Educação Popular são fundamentais para pensarmos em um feminismo que, de fato, transforme a vida das mulheres, principalmente, daquelas que historicamente foram afastadas dos espaços formais de educação. Desse modo, espera-se formar um compêndio de textos que tragam comprometimento com a construção de uma realidade livre das opressões de gênero, raça e classe.

Submissões para este Dossiê abertas até o dia 26 de junho de 2022.

Lembramos ainda que a Revista Anômalas recebe, em fluxo contínuo, artigos livres e resenhas.

Envio de artigos para: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Informações adicionais