PROJETO DE REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE HISTORIADOR APROVADO NO SENADO

No dia 7 de novembro foi aprovado no Senado Federal o projeto de Regulamentação da Profissão de Historiador (PLS 368 de 2009). A aprovação resultou do esforço da Diretoria da ANPUH-Brasil que, cumprindo determinação da Assembléia Geral da entidade realizada em São Paulo no mês de julho do ano passado, tem envidado esforços para que essa meta seja atingida.

No dia 6, o presidente da ANPUH-Brasil deslocou-se para Brasília a fim de solicitar apoio dos senadores à medida, bem como seu empenho em inseri-la na Ordem do Dia do Senado, já que o projeto havia tramitado em todas as comissões necessárias, restando apenas ser votado em Plenário.

Foram visitados os gabinetes dos seguintes senadores: Jarbas Vasconcelos, Ciro Nogueira, Clésio Andrade, João Capiberibe, Eduardo Suplicy, Jayme Campos, Sérgio Souza, Antonio Carlos Valadares, Magno Malta, Álvaro Dias, Paulo Paim e Ana Amélia Lemos. Fomos recebidos ou diretamente pelos senadores (Capiberibe, Suplicy, Dias e Malta) ou por seus assessores. Todos se mostraram favoráveis ao projeto e prometeram trabalhar para a sua aprovação.

Ao final do tarde, a Senadora Ana Amélia, apoiadora da causa, foi mais além e encarregou-se de solicitar, naquele mesmo dia, a inclusão da votação da matéria na Ordem do Dia, o que foi acatado pelo presidente da sessão, Senador Paulo Paim, autor do Projeto. Iniciadas as discussões, manifestaram-se contrariamente ao projeto os senadores Aloysio Nunes Ferreira e Pedro Taques. O Senador Ferreira, inclusive, se manifestou oralmente em oposição à proposta, considerando "um profundo equívoco" dar exclusividade em atividades de ensino e pesquisa, seja em graduação ou pós-graduação, apenas para quem tem formação em História. Na opinião do parlamentar, a situação cria "absurdos" como impedir que economistas, sociólogos, diplomatas ou outros profissionais qualificados ministrem a disciplina, havendo o risco de "engessar" o ensino da História. Citou inclusive os nomes dos eminentes intelectuais Evaldo Cabral de Mello e Alberto da Costa e Silva como pessoas que ficariam impedidas de escrever e lecionar sobre o tema.

Ora, tal posicionamento expressa, ao nosso ver, desconhecimento do teor do projeto, já que o que se pretende não é impedir ninguém de escrever ou se manifestar sobre o passado, mas sim assegurar a presença de historiadores profissionais, com formação específica, nas instituições que realizem pesquise e ensino de História. Além disso, pelo raciocínio do Senador, não seria um problema a situação que, infelizmente, ocorre hoje, na qual, em diversos espaços profissionais, historiadores acabam tendo que lecionar Geografia, Sociologia, Artes, entre outras matérias, sem terem conhecimentos específicos para isso (e vice-versa), o que certamente prejudica a formação dos estudantes dos variados níveis de ensino. Também por analogia, poder-se-ia, caso a perspectiva do Senador fosse correta, pensar que grandes atletas teriam a possibilidade de lecionar Educação Física nas escolas, sem possuírem para isso conhecimentos de Anatomia, Fisiologia, Movimento Humano, Pedagogia, entre outros, apenas a sua prática em determinados esportes (não é à toa que muitos atletas percebem tal lacuna formativa e, em algum momento de sua carreira, ingressam em cursos de Educação Física). Por fim, nem é preciso dizer o quanto a ANPUH reconhece e admira o trabalho de estudiosos como Cabral de Mello e Costa e Silva e sua contribuição à historiografia brasileira, inclusive convidando-os a participar de eventos promovidos pela entidade.

Já a senadora Ana Amélia defendeu o projeto ao ler relatório do senador Flexa Ribeiro, em que este declara que "a omissão do legislador pode permitir que pessoas inabilitadas no exercício profissional coloquem em risco valores, objetos ou pessoas".

Ao final, como ressaltado, o projeto foi aprovado com o apoio de todos os líderes partidários. Por essa razão, as visitas do dia seguinte foram canceladas, mas mesmo assim registramos nosso apoio aos seguintes senadores que se disponibilizaram a nos receber: José Pimentel, Zezé Perrella, Renan Calheiros, Lúcia Vânia, Cacildo Maldaner, José Agripino, Luiz Henrique da Silveira, Wellington Dias, Antonio Carlos Rodrigues, Aníbal Diniz, Lídice da Mata, Alfredo Nascimento e Pedro Taques (que, acreditamos, teria compreendido melhor o teor do projeto se tivéssemos tido a oportunidade de conversar antes da votação).

Ressaltamos, contudo, que a nossa luta deve ter continuidade, pois a matéria segue agora para votação na Câmara dos Deputados. Por isso, solicitamos às/aos colegas que pressionem os deputados de seus estados em prol da celeridade da tramitação e, é claro, da aprovação do projeto.

Nesta articulação, foi fundamental o apoio do colega historiador Marcos Ronaldo F. de Araújo, também presidente da Associação dos Servidores do Ministério Público Federal, que gentilmente ajudou na articulação parlamentar no Senado.

PARABÉNS A TODOS NÓS!!!

 

PROFISSÃO DE HISTORIADOR: MARCHA DA INSENSATEZ OU DO DESCONHECIMENTO?

Nós, historiadores profissionais, sabemos que uma das regras básicas do nosso ofício é a elaboração de um discurso de prova, assentado na pesquisa e na crítica dos vestígios do passado, os documentos . Fernando Rodrigues, por não ter essa formação, talvez desconheça essa regra tão elementar e, por isso, não se deu ao trabalho de ler com atenção o documento que deveria balizar a sua análise (sic) publicada no jornal Folha de São Paulo de 10 de novembro de 2012: o Projeto de Regulamentação da Profissão de Historiador, aprovado no Senado Federal na última quarta-feira. Em nenhum momento este projeto veda que pessoas com outras formações, ou sem formação alguma, escrevam sobre o passado e elaborem narrativas históricas. Apenas estabelece que as instituições onde se realiza o ensino e a pesquisa de História contem com historiadores profissionais em seus quadros, por considerar que, ao longo de sua formação, eles desenvolvem habilidades específicas como a crítica documental e historiográfica e a aquisição de conhecimentos teóricos, metodológicos e técnicos imprescindíveis à investigação científica do passado. Da mesma maneira, a regulamentação pode evitar que continuem a se verificar, nos estabelecimentos de diversos níveis de ensino, situações como a de o professor de História ser obrigado a lecionar Geografia, Sociologia, Educação Artística, entre outras disciplinas, sem ter formação específica para isso (e vice-versa).

Temos certeza que o Senador Cristovam Buarque, tão sensível aos problemas da educação brasileira, apóia esta idéia, pois ela possibilita um ensino mais qualificado.

Temos certeza também que o Senador José Sarney, conhecedor do teor do projeto, está tranqüilo, pois sabe que não vai ser impedido, como nenhum cidadão brasileiro, de escrever sobre a história de seu estado, ou de qualquer período, indivíduo, localidade ou processo. Isso atentaria contra as liberdades democráticas, das quais os historiadores profissionais são grandes defensores.

Fique tranqüilo senhor Fernando Rodrigues, o senhor também poderá escrever sobre história. Só sugerimos que leia os documentos necessários antes de o fazer.

Benito Bisso Schmidt
Presidente da Associação Nacional de História – ANPUH-Brasil
(Gestão 2011-2013)

 

A ANPUH E O ENSINO DE HISTÓRIA

A segunda secretaria da Anpuh, responsável pelo Fórum de Graduação, juntamente com a atual coordenação do GT Nacional Ensino de História e Educação, tem procurado, desde sua constituição, estabelecer princípios norteadores conjuntos para o desenvolvimento de suas ações, cujas diretrizes foram definidas na reunião nacional, acontecida em março de 2012.

Neste sentido, temos ouvido as demandas dos colegas das distintas regiões do país e assumimos as ações da 2ª secretaria apoiando firmemente a atuação do GT Nacional em sua articulação para construção coletiva e articulada dos GTs estaduais. Seguindo esses princípios, temos atuado em diversas frentes: acompanhando e participando o debate das Políticas Públicas que afetam o ensino de História; estimulando a participação dos professores da Educação Básica por meio de campanhas de mobilização; fortalecendo a articulação interna da entidade, por meio do fomento dos GTs estaduais (nesse sentido, foram criados ou reativados 09 GTs estaduais); e constituindo um eixo de pesquisa vinculado ao GT, por meio do Projeto Panorama.

Recentemente, uma série de eventos trouxe à baila discussões sobre o lugar da disciplina História no currículo da Educação Básica e o espaço da pesquisa na área do ensino de História, nas instituições de Ensino Superior, em particular, nos cursos de História. O edital para um concurso de professor para a área de Ensino de História na Universidade Estadual do Ceará, que excluía a participação de doutores em outras áreas, alimentou um importante debate relativo ao perfil dos profissionais que atuam na área e ao sentido de manutenção de uma área de pesquisa, que, infelizmente, ainda parece não obter reconhecimento em certos segmentos acadêmicos. Por outro lado, a difusão das "Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio" a partir das discussões a respeito do "mau" desempenho das escolas públicas no ENEM, deu-se em meio a uma discussão enviesada que apontava para o suposto inchaço do currículo e a necessidade de "fusão" das disciplinas em áreas, trazendo à baila a possibilidade de esvaziamento e destituição das disciplinas de seus estatutos específicos de cientificidade. Essas discussões, que acenderam debates sobre a possibilidade de "retorno" de uma formação aligeirada em Ciências Humanas e um novo movimento de reformas do Ensino Médio, têm sido objeto das preocupações da ANPUH-Brasil.

Por isso, recentemente, a 2ª secretaria, por intermédio do GT, e em nome da Direção Nacional, solicitou reuniões junto ao MEC, a CAPES e ao Conselho Nacional de Educação (CNE), para solicitar informações sobre as reformulações em curso e discutir os rumos das políticas públicas que afetam o ensino de História. Para representar a ANPUH nessas reuniões foram indicados os membros GT de Ensino de História e o Prof. Carlos Augusto Lima Ferreira. Essas reuniões ocorreram todas no dia 01/10/12 em Brasília.

As pautas das reuniões foram diferenciadas, segundo uma agenda específica previamente acertada com cada um dos órgãos. Na CAPES, nos reunimos com o coordenador do PIBID, Prof. Helder Eterno da Silveira. Discutimos o PIBID na área de História e expressamos a intenção de organizar um evento de caráter nacional, em articulação com outras entidades, que reúna as experiências desse programa, com o objetivo de refletir sobre os resultados do programa na Educação Básica e os impactos nos cursos Licenciatura de História. No MEC nos reunimos com a Diretora de Currículos e Educação Integral, a Profa. Jaqueline Moll, e com a Coordenadora Geral do Ensino Médio, a Profa. Sandra Garcia, para tratarmos da pauta da reforma do Ensino Médio e os caminhos indicados pelos debates em torno do ENEM. Expressamos a preocupação da entidade de que a reforma induza as redes de ensino a suprimirem as disciplinas criando áreas amorfas e descaracterizadas. Segundo a equipe do MEC, a intenção não é realizar uma reforma que trabalhe com essa perspectiva para as redes, mas sim fomentar um debate preliminar no MEC sobre os desdobramentos das novas diretrizes curriculares, que tem sido feito na perspectiva dos "direitos de aprendizagem" dos alunos. Segundo o MEC o objetivo é ampliar esse debate e, na ocasião, convocou a ANPUH – como entidade coletiva dos historiadores – a participar das discussões, junto a outras associações de ensino. No CNE, nos reunimos com o presidente da Câmara de Ensino Superior, o Prof. Gilberto Gonçalves Garcia, para tratarmos dos possíveis desdobramentos das reformas sobre as diretrizes curriculares nacionais dos cursos de História. Nesse sentido, a ANPUH foi convidada a articular uma reunião com as demais associações representativas da área de humanas, junto ao CNE para iniciar essa discussão.

O objetivo destas reuniões foi provocar no MEC, CAPES e CNE, a necessidade de ampliar os debates sobre as novas diretrizes curriculares nacionais e seus impactos sobre a disciplina História e a formação dos professores nessa área, por meio do diálogo com instituições coletivas, como a ANPUH, AGB, dentre outras.

Representantes do GT Ensino de História e Educação da ANPUH também participaram de outra reunião no CNE, ocorrida em 10/10/12. Articulada pela SBPC, a reunião contou com presença de diversas associações científicas. A possível integração das disciplinas escolares em áreas comuns gerou amplas discussões. A divulgação do tema realizada por órgãos da imprensa promoveu repercussões tanto entre as sociedades científicas como nos espaços escolares, motivando manifestações que apontam para a incompatibilidade dos atuais processos formativos no âmbito do ensino superior com a suposta proposta de integração disciplinar que partiria do MEC.

Os conselheiros José Fernandes Lima (presidente do CNE) e Erasto Fortes Mendonça esclareceram aos presentes que as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio mantêm as disciplinas escolares. Apresentando o relato da reunião realizada no dia 01/10 no MEC, os representantes da ANPUH reforçaram as falas dos conselheiros, informando que os integrantes do referido órgão governamental pretendem contar com o apoio das associações científicas para avançar no debate relativo às reformas curriculares.

Os encaminhamentos da reunião acerca da discussão das reformas curriculares para o Ensino Médio foram os seguintes: estreitamento das relações entre as associações científicas para a intervenção nas questões educacionais; articulação das associações científicas no sentido de participar do processo de discussão curricular; elaboração de um documento solicitando ao MEC um encontro do ministro com as associações científicas para o estudo de propostas, considerando sua viabilidade e potencial de implementação.

Como resultados desses encontros, apontamos a abertura do MEC, e dos demais órgãos visitados, ao diálogo sobre os temas levantados, reconhecendo a ANPUH como uma das entidades qualificadas para esse debate.

Como encaminhamentos dessas reuniões, estamos buscando outras entidades e associações para constituir um espaço de diálogo mais amplo relativo aos desdobramentos das novas Diretrizes Curriculares Nacionais; além disso, também estamos articulando formas de participação, que assegurem a mobilização coletiva nesse processo, enfatizando tratar-se de um debate público, que, necessariamente, expressará diferentes visões sobre o tema. Afinal, entendemos que uma de nossas tarefas, naquilo que cabe à 2ª secretaria e ao GT, é forjar os meios para que os associados da ANPUH-Brasil possam se manifestar e promover ações que deem visibilidade ao debate.

Carlos Augusto Lima Ferreira
2º secretário da ANPUH-Brasil (Gestão 2011-2013)

Arnaldo Pinto Jr, Paulo Mello e Ricardo Oriá
Coordenadores do GT de Ensino de História da ANPUH-Brasil

 
 

1- XXVII Simpósio Nacional de História

Lembrete 1:
As inscrições para proposições de Simpósios Temáticos e Mini-Cursos estão abertas até o dia 02 de dezembro de 2012.

Não há pretensões de adiamento deste prazo visto que:

1) a seleção das proposições será realizada no dia 05/12/2012 em reunião da Diretoria Nacional e o Conselho Consultivo;

2) Há fases posteriores de organização do Simpósio Nacional que dependem da conclusão desse primeiro momento. Portanto, alterações podem significar diminuição de prazos posteriores ou até a inviabilização do evento. Por isso, pedimos a ajuda e compreensão de todos os sócios para divulgação desse prazo e o envio de propostas.

Lembrete 2:
Um dos desafios do Simpósio Nacional de História é conciliar suas muitas atividades, o grande número de trabalhos e garantir espaços para discussões aprofundadas e que orientem os sócios da ANPUH e os participantes em geral.

Por isso, desde 2003, este evento foi reformatado para que pudesse proporcionar as condições para alcançar esses objetivos.

Os Simpósios Temáticos são espaços de discussão aprofundada de temas propostos pelos propositores dos mesmos.

Na programação estão previstas 16 horas de atividades nessa modalidade e, portanto, é possível a apresentação de até 32 trabalhos. Isso garante um tempo mínimo de 20 minutos para apresentação de cada trabalho inscrito e aprovado, além do tempo para a discussão coletiva. Os coordenadores organizam essas apresentações de forma que temos em cada expediente de trabalho "mesas-redondas" internas nos Simpósios Temáticos.

As Conferências têm por objetivo principal ser espaços de congregação de participantes de vários Simpósios Temáticos e que ali possam socializar experiências diferenciadas frutos das discussões efetivadas por meio de um conferencista que trabalhe uma temática mais geral.

Os Diálogos Contemporâneos são espaços de discussões sobre temas centrais da atualidade para os profissionais de História e objetivam também subsidiar posicionamentos da Diretoria Nacional, Secções Regionais e filiados à ANPUH.

Os temas para os Diálogos Contemporâneos que ocorrerão no XXVII SNH foram aprovados na última reunião da Dureção Nacional com o Conselho Consultivo e são:

1) Ensino: Formação de Professores de História
Proposta: Discutir a formação de professores de História (para todos os níveis) na atualidade, com suas possibilidades e impasses.

2) Políticas Públicas e o Ensino de História:
Proposta: Discutir políticas públicas que interferem diretamente na Educação Básica, em especial na área da História.

3) O Profissional de História e o Patrimônio
Proposta: Discutir a atuação dos profissionais de História junto aos acervos documentais e museológicos, bem como em relação às políticas de patrimônio, suas possibilidades e limites.

4) História e TIC`s
Proposta: Discutir como as novas tecnologias de informação têm influído no trabalho do profissional de História.

5) Os historiadores e as comissões da verdade
Proposta: discutir o espaço do profissional de História e do conhecimento histórico no trabalho das Comissões da Verdade.

6) História e movimentos sociais
Proposta: Os movimentos sociais, desde diferentes ângulos, foram e são objeto do interesse dos/as historiadores/as, que, em geral, têm algum grau de afinidade com tais coletivos. Discutir esta relação e suas conseqüências para o conhecimento histórico e para os próprios movimentos é o objetivo desta mesa.

7) História e Mídia
Proposta: Discutir como os historiadores têm utilizado a mídia como forma de interlocução com a sociedade e/ou de divulgação dos seus trabalhos e quais os resultados desses diálogos

8) Associações Científicas e Diálogo Social
Proposta: Discutir como as associações científicas têm efetivado o diálogo com a sociedade: que grupos têm sido eleitos como interlocutores? Quais os temas da pauta do debate? Quais os limites a essa interlocução?

9) História, ensino e políticas de ação afirmativa: a Lei 11.645/08
Proposta: Discutir as ações dos grupos sociais para inserção da sua história no ensino e como elemento de discussão da sociedade, bem como as maneiras pelas quais as políticas afirmativas têm influído na produção e divulgação do conhecimento histórico.

Precisamos das sugestões das Secções Regionais para composição dessas mesas que comporão as atividades dos Diálogos Contemporâneos.

Os Mini-Cursos são espaços de divulgação e atualização de temas a partir das proposições dos filiados.

 
 
 

SELEÇÃO PARA O MESTRADO EM HISTÓRIA
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Inscrições: até 19/11/2012
Mais informações

PROFESSOR ADJUNTO DE PRÁTICA DE ENSINO DE HISTÓRIA
Instituição: Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)
Inscrições: até 20/11/2012
Mais informações

MESTRADO EM HISTÓRIA SOCIAL DA CULTURA
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ)
Inscrições: até 21/11/2012
Mais informações

DOUTORADO EM HISTÓRIA SOCIAL DA CULTURA
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ)
Inscrições: até 21/11/2012
Mais informações

CURSO DE MESTRADO EM HISTÓRIA
Instituição: Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)
Inscrições: até 23/11/2012
Mais informações

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA (MESTRADO E DOUTORADO)
Instituição: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Inscrições: até 23/11/2012
Mais informações

MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
Inscrições: até 30/11/2012
Mais informações

CURSO DE MESTRADO EM HISTÓRIA
Instituição: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)
Inscrições: até 30/11/2012
Mais informações

CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO
Instituição: Universidade de Brasília (UNB)
Inscrições: de 19/11 até 14/12/2012
Mais informações

BOLSAS DE PESQUISA DE DOUTORADO
Instituição: Freie Universität Berlin (FUB)
Inscrições: até 15/12/2012
Mais informações

CARGO PRA HISTÓRIA DA CULTURA MATERIAL
Instituição: Museu Paulista da Universidade de São Paulo (USP)
Inscrições: até 04/02/2013
Mais informações

MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP/Assis)
Inscrições: 30/01 até 08/02/2013
Mais informações

MESTRADO EM HISTÓRIA DO BRASIL
Instituição: Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO)
Inscrições: até 08/02/2013
Mais informações

PRÊMIO DE PESQUISA MEMÓRIAS REVELADAS 2012
Instituição: Arquivo Nacional
Inscrições: até 28/02/2013
Mais informações

CURSO - ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO PATRIMONIAL
Instituição: Universidade Feevale (FEEVALE)
Inscrições: acesse o site
Mais informações

 
 
 
 

PARCERIAS ALMEJADAS
Autor: Estevão C. de Rezende Martins
Editora: Fino Traço
Mais informações

     
 

OS INDIANOS
Autora: Florência Costa
Editora: Contexto
Mais informações

     
 

OBRAS POLÍTICAS DO BRASIL IMPERIAL: DICIONÁRIO DO PENSAMENTO BRASILEIRO
Organizadora: Maria Emilia Prado
Editora: Revan
Mais informações

     
 

PARA ALÉM DE PARTIDAS E CHEGADAS
Autora: Marina Alves Amorim
Editora: Annablume
Mais informações

     
 

O EVANGELHO DO BARÃO: RIO BRANCO E A IDENTIDADE BRASILEIRA
Autor: Luís Cláudio Villafañe G. Santos
Editora: Unesp
Mais informações

     
 

SOB A SOMBRA DAS PALMEIRAS: O ISEB, OS MILITARES E A IMPRENSA (1955-1964)
Autor: Fabrício Augusto Souza Gomes
Editora: Multifoco
Mais informações

     
 

A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM DEBATE - ESTUDOS COMPARADOS, PROFISSÃO DOCENTE, INFÂNCIA, FAMÍLIA E IGREJA
Organizadoras: Miriam Waidenfeld Chaves e Sonia de Castro Lopes
Editora: Mauad
Mais informações

     
 

MONARQUIA PLURICONTINENTAL E A GOVERNANÇA DA TERRA NO ULTRAMAR ATLÂNTICO LUSO
Organizadores: João Fragoso e Antonio Carlos Jucá de Sampaio
Editora: Mauad
Mais informações

     
 

EUFRÁSIA E NABUCO
Autora: Neusa Fernandes
Editora: Mauad
Mais informações

     
 

ENTRE "RIVAIS" - FUTEBOL, RACISMO E MODERNIDADE NO RIO DE JANEIRO E BUENOS AIRES (1897-1924)
Autor: Ricardo Pinto dos Santos
Editora: Mauad
Mais informações

     
 

NIETA DOS CAMPOS DA PAZ
Autora: Mariza Campos da Paz
Editora: Mauad
Mais informações

     
 

PATRIMÔNIO CULTURAL - POLÍTICAS E PERSPECTIVAS DE PRESERVAÇÃO NO BRASIL
Organizadores: Márcia Chuva e Antonio Gilberto Ramos Nogueira
Editora: Mauad
Mais informações

     
 

HISTORY EDUCATION AND THE CONSTRUCTION OF NATIONAL IDENTITIES
Autores:Mario Carretero, Mikel Asensio e Maria Rodriguez-Moneo
Editora: Acesse o site
Mais informações

     
 

LEVIATÃ NO SERTÃO - CRIME, JUSTIÇA E VIOLÊNCIA NO INTERIOR DO PARANÁ (1910-1940)
Autor: Aruanã Antonio dos Passos
Editora: Juruá
Mais informações

     
 

AS TRANSFERÊNCIAS CULTURAIS NA HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA: LEITURAS E APROPRIAÇÕES DO MOVIMENTO DOS ANNALES NO BRASIL
Autores: Diogo da Silva Roiz e Jonas Rafael dos Santos
Editora: Paco Editorial
Mais informações

     
 

EMBATES POLÍTICOS NA FRONTEIRA SETENTRIONAL DO BRASIL: A DIFÍCIL
Autores: Victor Hugo Veppo Burgardt
Editora: Paco Editorial
Mais informações

     
 

ZONA DA MATA MINEIRA: ESCRAVOS, FAMÍLIA E LIBERDADE
Autores: Rômulo Garcia de Andrade e Jorge da Mata de Sousa
Editora: Apicuri
Mais informações

     
 

CARDEAIS DA CULTURA NACIONAL: O CONSELHO FEDERAL DE CULTURA E O PAPEL CÍVICO DAS POLÍTICAS CULTURAIS NA DITADURA CIVIL-MILITAR (1967-1975)
Autora: Tatyana Maia
Editora: Iluminuras
Mais informações

     
 

AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS NA FRONTEIRA NORTE DO BRASIL
Organizadores: Felipe kern Moreira e Estevão Chaves de Rezende Martins
Editora: Boa Vista - UFRR
Mais informações

     
 

HISTÓRIA DA ESCRAVIDÃO EM PERNAMBUCO
Organizadores: Flavio Cabral e Robson Costa
Editora: EDUFPE
Mais informações

     
 

FRAGMENTOS DE HISTORIAS DO NORDESTE
Autora: Kalina Vanderlei Silva
Editora: EDUPE
Mais informações

     
 

BRASIL: DITADURA MILITAR - UM LIVRO PARA OS QUE NASCERAM BEM DEPOIS...
Autoras: Joana D'Arc Fernandes Ferraz e Elaine de Almeida Bortone
Editora: Hama e Faperj
Mais informações

     
 

HISTÓRIA PRODIGIOSA DE PORTUGAL: MITOS E MARAVILHAS
Autor: Joaquim Fernandes
Editora: Quidnovi
Mais informações

     
 

MEMÓRIA E ESQUECIMENTO
Organizadoras: Maria Letícia Mazzucchi Ferreira e Francisca Ferreira Michelon
Editora: E-book
Mais informações

     
 

ESTADO, TERRITÓRIO E IMAGINAÇÃO ESPACIAL: O CASO DA FUNDAÇÃO BRASIL CENTRAL
Autor: João Marcelo Ehlert Maia
Editora: FGV
Mais informações

 

 

 
 

VII COLÓQUIO HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA DA AMÉRICA INDÍGENA
Data: 12 a 14 de novembro de 2012
Local: Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos da Universidade de São Paulo (CEMA-USP)
Mais informações

VI COLÓQUIO DE HISTÓRIA DA UNICAP: FACES DA CULTURA NA HISTÓRIA -100 ANOS DE LUIZ GONZAGA
Data: 12 a 14 de novembro de 2012
Local: Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP)
Mais informações

XIX SEMANA DE HISTÓRIA DE PORTO VELHO, I ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH - SEÇÃO RONDÔNIA E O I ENCONTRO DO IMAGINÁRIO (novo)
Data: 19 a 24 de novembro de 2012
Local: Universidade Federal de Rondônia (UNIR)
Mais informações

IV SEMINÁRIO NACIONAL DE ESTUDOS DE HISTÓRIA E CULTURAS AFRO-BRASILEIRAS (novo)
Data: 20 a 22 de novembro de 2012
Local: Universidade Estadual da Paraíba (UFPB/Campina Grande)
Mais informações

II COLÓQUIO NACIONAL HISTÓRIA CULTURAL E SENSIBILIDADES
Data: 20 a 23 de novembro de 2012
Local: Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
Mais informações

I SEMINÁRIO DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO AFRO BRASILEIRO E INDÍGENA /IV SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO TOCANTINS - CULTURA, IDENTIDADE E TRABALHO (novo)
Data: 20 a 23 de novembro de 2012
Local: Universidade Federal do Pará (UFPA/Campus Tocantins)
Mais informações

VIII SEMANA DE HISTÓRIA DE IRATI (novo)
Data: 21 a 24 de novembro de 2012
Local: Universidade Estadual Centro Oeste (UNICENTRO/Irati)
Mais informações

1ª MOSTRA DE PESQUISA EM HISTÓRIA (novo)
Data: 22 de novembro de 2012
Local: Universidade de Passo Fundo (UPF)
Mais informações

VI JORNADAS DE HISTÓRIA DO TRABALHO e II SEMINÁRIO INTERNACIONAL MUNDOS DO TRABALHO
Data: 27 a 30 de novembro de 2012
Local: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getulio Vargas (CPDOC/FGV)
Mais informações

14º CIDADE REVELADA (novo)
Data: 27 e 30 de novembro de 2012
Local: Casa da Cultura Dide Brandão
Mais informações

XV ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH-PB- HITÓRIA E SOCIEDADE: SABERES EM DIÁLOGO (novo)
Data: 27 a 30 de novembro de 2012
Local: Universidade Federal de Campina Grande - Campus de Cajazeiras (UFCG/Cajazeiras)
Mais informações

MOVIMIENTOS SOCIALES, ESTADOS Y PARTIDOS POLÍTICOS EN AMÉRICA LATINA: (RE)CONFIGURACIONES INSTITUCIONALES, EXPERIENCIAS DE ORGANIZACIÓN Y RESISTENCIA
Data: 28 a 30 de novembro de 2012
Local: Universidad Nacional de Cuyo / Mendoza – Argentina (UNCU)
Mais informações

COLÓQUIO NACIONAL DE PESQUISA HISTÓRICA (novo)
Data: 30 de novembro e 01 de dezembro de 2012
Local: Acesse o site
Mais informações

VIII ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH-PA- SOCIABILIDADES E DIVERSIDADES NA AMAZÔNIA (novo)
Data: 03 a 06 de dezembro de 2012
Local: Universidade Federal do Pará (UFPA)
Mais informações

AFRICANOS NAS AMÉRICAS: RECONSTRUINDO VIDAS NUM NOVO MUNDO (1675-1825)
Data: 14 a 16 de março de 2013
Local: University of West Indies - Cave Hill, Barbados (UWI)
Mais informações

FICÇÃO EM CONTEXTOS HISTÓRICOS E CULTURAIS (novo)
Data: 19 e 21 de março de 2013
Local: Universidade de São Paulo (FFLCH/USP)
Mais informações

II FÓRUM SOBRE PATRIMÔNIO CULTURAL (novo)
Data: 01 a 30 de abril de 2013
Local: Casa de Dona Yayá (CPC-USP)
Mais informações

I SIMPÓSIO REGIONAL NORDESTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA DAS RELIGIÕES (novo)
Data: 28 a 31 de maio de 2013
Local: Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
Mais informações

COLÓQUIO NACIONAL DE ESTUDOS DE GÊNERO E HISTÓRIA (novo)
Data: 24 a 26 de junho de 2013
Local: Universidade Estadual Centro Oeste (UNICENTRO/Santa Cruz)
Mais informações

XIV JORNADAS INTERESCUELAS DE HISTORIA (novo)
Data: 02 a 05 de outubro de 2013
Local: Universidad Nacional de Cuyo (Mendoza-Argentina)
Mais informações

XVII CONGRESO INTERNACIONAL DE AHILA (novo)
Data: 09 a 13 de setembro de 2014
Local: Freie Universität de Berlín
Mais informações

 
 
 

REVISTA HISTÓRIA DA HISTORIOGRAFIA
Tema: Os cursos de história: lugares, práticas e produções
Prazo: 15/11/2012

Tema: Teoria da história da historiografia
Prazo: 15/02/2013
Site

SANKOFA - REVISTA DE HISTÓRIA DA ÁFRICA E DE ESTUDOS DA DIÁSPORA AFRICANA (novo)
Tema: Acesse o site
Prazo: 16/11/2012
Site

CULTURA HISTÓRICA & PATRIMÔNIO
Tema: Acesse o site
Prazo: 20/11/2012
Site

REVISTA TEMPORALIDADES (novo)
Tema: História da África no Brasil: ensino e historiografia
Prazo: 20/11/2012
Site

ALBUQUERQUE
Tema: Midia e Política
Prazo: 21/11/2012

Tema: Cultura e Diversidade
Prazo: 22/05/2013
Site

REVISTA CORDIS
Tema: Revoluções, Cultura e Política na América Latina
Prazo: 01/12/2012
Site

REVISTA TEMPO E ARGUMENTO
Tema: História e Cultura Escrita
Prazo: 03/12/2012
Site

REVISTA CLIO (novo)
Tema: Fronteiras e Sociedades
Prazo: 15/12/2012
Site

REVISTA HISTÓRIA.COM (novo)
Tema: Cultura, Política e Identidade
Prazo: 16/12/2012
Site

REVISTA HISTÓRIA HOJE
Tema: O lugar da formação do professor nos cursos de História
Prazo: 20/12/2012

Tema: O ensino de História e o tempo presente
Prazo: 20/06/2013
Site

REVISTA ESTUDOS HISTÓRICOS
Tema: História e Audiovisual
Prazo: 31/12/2012

Tema: Raça e História
Prazo: 30/06/2013

Site

POLITEIA: HISTÓRIA E SOCIEDADE (novo)
Tema: artigos livres e resenhas
Prazo: 31/12/2012
Site

REVISTA HISTÓRIA ORAL (novo)
Tema: Diversidade Étnica e Fontes Orais
Prazo: 02/01/2013
Site

ORALIDADES: REVISTA DE HISTÓRIA ORAL (novo)
Tema: Tradição versus Modernidade
Prazo: 01/02/2013
Site

PERSEU: HISTÓRIA, MEMÓRIA E POLÍTICA (novo)
Tema: As esquerdas e o comunismo nos séculos XX e XXI: Conflitos e confluências
Prazo: 18/02/2013
Site

PATRIMÔNIO E MEMÓRIA
Tema: Cultura indígena e identidades
Prazo: 28/02/2013

Tema: Fotografia e seus usos
Prazo: 30/07/2013
Site

CONFLUENZE: REVISTA DE ESTUDOS IBERO-AMERICANOS (novo)
Tema: As tecnologias da recordação: memória, esquecimento
Prazo: 01/03/2013
Site

CONTEMPORÂNEOS - REVISTA DE ARTES E HUMANIDADES
Tema: Patrimônio Cultural
Prazo: 15/03/2013

Tema: Processos, Metodologias, Linguagens Artísticas e Contemporaneidade
Prazo: 15/07/2013
Site

REVISTA TRILHAS DA HISTÓRIA
Tema: Deslocamento, Oralidades e Intolerâncias na História
Prazo: 30/03/2013

Tema: Política e Movimentos Sociais
Prazo: 30/08/2013
Site

SÆCULUM - REVISTA DE HISTÓRIA
Tema: História e História da Arte
Prazo: 12/04/2013
Site

REVISTA EM TEMPO DE HISTÓRIA (novo)
Tema: África e Brasil - diáspora, escravidão e heranças
Prazo: 15/05/2013
Site

CADERNOS DO TEMPO PRESENTE
Tema: Acesse o site
Prazo: fluxo contínuo

Site

ALMANACK
Tema: A formação do Brasil e o mundo ocidental nos séculos XVIII e XIX
Prazo: fluxo contínuo

Site

REVISTA ESTUDOS AMAZÔNICOS
Tema: Fluxo Contínuo
Prazo: Acesse o site
Site

REVISTA EXPEDIÇÕES: TEORIA DA HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA
Tema: Acesse o site
Prazo: fluxo contínuo
Site

CADERNOS AEL
Tema: Acesse o site
Prazo: fluxo contínuo
Site

REVISTA TERRITÓRIOS E FRONTEIRAS
Tema: Acesse o site
Prazo: fluxo contínuo
Site

REVISTA 7 MARES (novo)
Tema: Época Moderna
Prazo: fluxo contínuo
Site

 
 

PRESIDENTE:
Benito Bisso Schmidt (UFRGS)

VICE-PRESIDENTE:
Margarida Maria Dias de Oliveira (UFRN)

SECRETÁRIO GERAL:
Angelo Aparecido Priori(UEM)

1º SECRETÁRIO:
Antonio Celso Ferreira (UNESP)

2º SECRETÁRIO:
Carlos Augusto Lima Ferreira (UEFS)

1º TESOUREIRO:
Francisco Carlos Palomanes Martinho (USP)

2º TESOUREIRO:
Eudes Fernando Leite (UFGD)

EDITORA DA REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA:
Marieta de Moraes Ferreira (UFRJ)

EDITORA DA REVISTA HISTÓRIA HOJE
Patricia Melo Sampaio (UFAM)

 




ERIC HOBSBAWM: UM DOS MAIORES INTELECTUAIS DO SÉCULO XX
Resposta à Revista Veja.
Leia notícia completa

PROGRAMA DE FOMENTO AOS PERIÓDICOS CIENTÍFICOS
O programa logrou bons resultados nos últimos anos, especialmente pelo caráter inclusivo, uma vez que essas instituições adotam como característica comum uma compreensão horizontal das ciências, não por acaso constituem, cada qual ao seu modo, diferentes Comitês de Áreas e/ou Assessores.
Leia notícia completa

INÍCIO DO SÉCULO 20 – GUERRAS E MOVIMENTOS SOCIAIS
Este curso de História do Programa FGV Ensino Médio Digital tem seis aulas e traça um panorama político e social da primeira metade do século 20 na Europa e no Brasil.
Leia notícia completa

CADERNO DE ARTIGOS VII ENCONTRO DA REGIÃO NORTE DE HISTÓRIA ORAL
Já se encontra disponível para download.
Leia notícia completa

4a OLIMPÍADA NACIONAL EM HISTÓRIA DO BRASIL - UNICAMP
Após três meses de trabalho e estudo de milhares de estudantes e professores dentro e fora das salas de aula, se encerrou neste domingo a 4ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil com o anuncio das equipes medalhistas numa cerimonia realizada no Ginásio da Faculdade de Educação Física da Unicamp.
Leia notícia completa

PATRIMÔNIO DA REGIÃO DO CONTESTADO
Nós, professores, estudantes e pesquisadores da área de História e demais Ciências Humanas, participando de três sessões (na UFSC, entre 29 de maio e 1 de junho; na UFPEL, entre 29 e 31 de agosto e na UFFS, entre 18 e 22 de outubro) do Simpósio sobre o Centenário do Movimento do Contestado...
Leia notícia completa

ANAIS DO I EPHIS
Caros colegas e pesquisadores. Já estão disponíveis para download os Anais Eletrônicos do I Encontro de Pesquisa em História da UFMG. São três volumes.
Leia notícia completa

CURSO MEMÓRIA E EXPRESSÕES AUDIOVISUAIS
O objetivo é introduzir o participante aos conceitos de uma narrativa audiovisual tendo como núcleo teórico estudos que se voltaram para entrelaçamentos história, história oral e memória.
Leia notícia completa

HOMENAGEM À PROFª DRª MARIA THEREZA SCHÖRER PETRONE
Será realizada no dia 22 de novembro de 2012, a partir das 14 horas, no Anfiteatro da História da FFLCH/USP, com a apresentação de sua obra e depoimentos sobre sua trajetória.

Leia notícia completa

PRÊMIO DESTAQUE DO ANO NA INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA
O CNPq anunciou os nomes dos vencedores do Prêmio nas categorias Bolsista de Iniciação Científica e Bolsista de Iniciação Tecnológica, além do nome da instituição agraciada na categoria Mérito Institucional, destinada à instituição do programa de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) com maior índice de egressos titulados na pós-graduação de cursos reconhecidos pela Capes.
Leia notícia completa

CATÁLOGO GERAL DE DOCUMENTOS DE HISTÓRIA INDÍGENA E ESCRAVIDÃO NEGRA NO BRASIL
Este projeto de âmbito nacional que tem como proponente a Fundação Parque Tecnológico em parceria com UFCG, foi aprovado no Edital da Petrobrás Cultural - 2010 e pela Lei de Incentivo a Cultura do MINC, será desenvolvido, em grande parte, na cidade de Campina Grande-PB, objetivando catalogar e publicar...
Leia notícia completa

BIBLIOTECA VIRTUAL DE HISTÓRIA COLONIAL
A biblioteca deve ser acessada em um novo endereço.
Leia notícia completa

PET-HISTÓRIA CONEXÕES DE SABERES DO CPTL/UFMS
Esta é mais uma janela para acessar informações dos acontecimentos da área de História (eventos, pesquisa e ensino), do Programa de Educação Tutorial e da UFMS.
Leia notícia completa

REVISTA ACERVO, VOL. 25, Nº 1 – DOSSIÊ DIFUSÃO CULTURAL EM ARQUIVOS
Confira o novo número.
Leia notícia completa

REVISTA CANTAREIRA
Confira o novo número.
Leia notícia completa

REVISTA HISTÓRIA & LUTA DE CLASSES
Confira o novo número.
Leia notícia completa

REVISTA DE HISTÓRIA REGIONAL
Confira o novo número.
Leia notícia completa

REVISTA ELETRÔNICA CADERNOS DE HISTÓRIA
Confira o novo número.
Leia notícia completa

SÆCULUM - REVISTA DE HISTÓRIA
Confira o novo número.
Leia notícia completa

REVISTA METIS
Confira o novo número.
Leia notícia completa

FÊNIX – REVISTA DE HISTÓRIA E ESTUDOS CULTURAIS
Confira o novo número.
Leia notícia completa

REVISTA CONVERGÊNCIA CRÍTICA
Confira o novo número.
Leia notícia completa



 

Informativo Eletrônico da ANPUH - Edição nº 26 - Ano 3
Expediente: Antonio Celso Ferreira (editor), Pablo Serrano (secretário), Mario Guimarães (webdesigner). Todos os direitos reservados. www.anpuh.org

Fale conosco: informe@anpuh.org