Carta da profa. Ismenia de Lima Martins contra os cortes na FAPERJ

05 Fev 2016 0 comment

Em defesa da Faperj

CARTA DA PROF. ISMENIA DE LIMA MARTINS CONTRA OS CORTES NA FAPERJ

 
A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ - foi criada em 1980, por cientistas que em suas atividades acadêmicas reivindicaram o apoio do governo na promoção do desenvolvimento da ciência e da tecnologia no Estado do Rio de Janeiro. Ao longo das ultimas décadas diferentes gerações de destacados cientistas trabalharam, inclusive nos quadros institucionais, para tornar a FAPERJ reconhecida nacionalmente e até internacionalmente. Como vislumbrava o diploma legal de sua criação, a FAPERJ tornou-se ferramenta essencial no combate à exclusão social, na conquista da cidadania plena, na promoção do bem-estar da população, na defesa e garantia da autonomia tecnológica do País.
 
Apesar da trajetória exitosa da FAPERJ a comunidade acadêmica foi surpreendida com a mensagem datada de 1º de fevereiro de 2016 e publicada em D.O. no dia 2, em que o Sr. Governador reduz em 1% o repasse de verbas para Faperj até o final de 2018. Na prática a proposta diminui em 50% as verbas destinadas à Ciência e Tecnologia através da Faperj, pois o previsto na constituição estadual é de 2% do orçamento!
O triste episódio ocupou em horário nobre o noticiário da maior emissora de televisão do país e na mídia digital já surgiram cartas como a divulgada no Facebook que expressa o repúdio dos cientistas da Faperj: "A presente intervenção reveste-se de uma irresponsabilidade civil única, em um momento em que especialmente a patogênese causada pelo vírus Zika, em particular, carece de referencias acadêmicas em plano universal... Esse caráter particular da medida nos isola como sociedade civil, nos imobiliza como profissionais de ciência e esvazia as medidas de solidariedade com os pacientes... A indissociável parceria entre Ciência e Bem estar social, tão óbvias no mundo desenvolvido e tão evidentes no presente episódio, foram definitivamente pisoteadas pelas presentes medidas ".
 
Importante destacar que tal ato foi perpetrado às vésperas do carnaval encontrando a comunidade científica e a própria população desmobilizada para reagir a tal atrocidade.
 
MOBILIZAÇÃO JÁ!
2% PARA CIENCIA E TECNOLOGIA!
 
Ismênia de Lima Martins
Professora Emérita da UFF
Ex- Coordenadora da FAPERJ

CONTATO RJ

 LOGO ANPUH RETANGULAR RJ
T: (21) 2332-1430 / 99618-0813