CADERNOS DO NUPPOME

Este é a 16ª edição da Cadernos do NUPPOME, que chega ao seu sexto ano. Como nos números anteriores, divulgamos fontes de pesquisa, novidades editoriais e artísticas, uma entrevista e um texto temático. A entrevistada deste número é a professora Angélica Müller, autora de diversos trabalhos sobre a ditadura brasileira. O texto temático, sobre as redes de resitência e solidariedade formadas na fronteira do Brasil com o Uruguai durante a ditadura, foi escrito pela também historiadora Darlise Gonçalves de Gonçalves. Agradecemos a ambas pela contribuição com esta nova edição da revista.

Feita esta apresentação sumária do conteúdo da Cadernos, fazemos uso deste espaço para deixar registrado que esta edição está sendo publicada no contexto em que se rememoram os 60 anos do Golpe de 1964, que destituiu o presidente João Goulart e deu início a uma ditadura que cometeu massivas violações aos direitos humanos por quase 21 anos.

Mais do que nunca, precisamos lembrar e discutir, pública e coletivamente, os arbítrios do passado e suas remininscências no presente. Ao contrário do que foi verbalizado pelo presidente Lula há poucas semanas, falar sobre os acontecimentos de 1964 não é “remoer o passado”. Parte dos desafios da nossa atualidade possui estreita relação com legados da ditadura. Falar sobre a ditadura e encarar os fatos a ela relacionados com seriedade é o mínimo que se espera e se exige não só do atual Governo Federal, mas de todas/os cidadãs/os. Por memória, verdade e justiça!


Democracia sempre! Ditadura Nunca Mais!


Uma boa leitura a todas/os!


Saudações,


Carlos Artur Gallo
Coordenador do NUPPOME

Informações adicionais

  • Edição: Ano 6, número 16, abril de 2024
  • Instituição: Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
Mais nesta categoria: « LER HISTÓRIA