POPULAÇÃO: DIVERSIDADE, DIREITOS E DESENVOLVIMENTO

Data: 23/11

Horário: 15 h

Organizado pelo GT População e História da ABEP, o objetivo é apresentar ao público as potencialidades e limites do uso dessa fonte nos estudos de população e demografia, tendo como palestrantes Tarcísio Rodrigues Botelho (UFMG) - “O Recenseamento Geral do Império de 1872 e a pesquisa em demografia histórica”, e Heitor Pinto de Moura Filho ( Associação Biblioteca de Cultura) - “As falhas na contagem de crianças no censo de 1872”, com mediação de Dario Scott (Doutor em Demografia pela Unicamp e coordenador do GT População e História da ABEP). Os convidados têm experiência no uso e exploração de fontes censitárias, através da aplicação de métodos da demografia. Ambos têm trabalhos importantes a partir de análises relativas ao Censo de 1872. A comemoração dos 150 anos do primeiro Censo Demográfico brasileiro no próximo ano, é uma oportunidade para discutir esse Censo, que tem a peculiaridade de ter sido o único a ser realizado durante o período escravista.

O evento será transmitido pelo canal do Youtube da ABEP.