ESCRAVIDÃO E CAPITALISMO HISTÓRICO NO SÉCULO XIX: CUBA, BRASIL E ESTADOS UNIDOS

Enquanto declinava ou era abolida em determinadas zonas do Novo Mundo, a escravidão reflorescia no Sul dos Estados Unidos, em Cuba e no Brasil. Áreas que se tornaram polos dinâmicos de uma nova e maciça expansão da escravidão africana. Tais transformações suscitam questionamentos que este livro busca responder, ainda que de formas distintas, quando não divergentes. Como definir a segunda escravidão? Quais são seus quadros temporais e espaciais? Quais suas relações com a reestruturação da economia-mundo capitalista no século XIX? Qual a pertinência do conceito para as historiografias nacionais de Brasil, Estados Unidos e Cuba? E para a História Atlântica e Global? Como explicar os processos de abolição da escravidão nos Estados Unidos, Cuba e Brasil? Autores que participam do volume: Dale Tomich, Edward E. Baptist, José Antonio Piqueras, Rafael Marquese, Ricardo Salles e Robin Blackburn.

Informações adicionais

  • Editora: Civilização Brasileira
  • Organizador(a): Rafael Marquese e Ricardo Salles